Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A caixa que já foi mágica

Um blog de opinião sobre a tv portuguesa

21
Nov16

Doces e salgados

Tiago Lourenço

   

facebook

 

   Recentemente, a RTP1 e a SIC apostaram em programas de culinária no horário nobre.

 

 

   "A Minha Mãe Cozinha Melhor Que A Tua" foi o formato escolhido pelo canal do Estado para as noites de sábado e marcou o regresso de José Carlos Malato ao mais importante horário das televisões. O programa consiste, resumidamente, em colocar alguém que não sabe cozinhar a receber indicações de alguém que sabe. Ao final de 25 minutos de prova aquele que não sabe cozinhar tem de dar a provar um prato aos adversários e outro à jurada Filipa Gomes, vinda diretamente do 24 Kitchen.

 

   O concurso, até agora apenas com conhecidos/famosos, tem um prémio de 1000 euros que são entregues a uma Instituição escolhida pelo vencedor.

 

   O programa é uma boa aposta da RTP. É descontraído, divertido e dinâmico. Basicamente, aquilo que se quer para um sábado à noite. A estreia fez tremer os privados e subiu os números da estação pública, mas os resultados têm vindo a piorar semana após semana. 

 

programaçaoRTP.jpg

 

 

 

 

   A SIC apostou em "Best Bakery - A Melhor Pastelaria de Portugal" para as noites de domingo, no qual Ana Guiomar se estreou como apresentadora. O programa propõe-se a escolher, tal como o nome indica, a melhor pastelaria do país, correndo-o de lés a lés para a encontrar.

 

   É um erro. Não porque seja mau ou porque esteja mal feito. Só que, para concorrer com o "The Voice Portugal" e as galas do "Secret Story", a SIC precisava de bem mais. Isto porque lhe falta ritmo, falta-lhe drama, falta-lhe suspense, falta-lhe tudo o que a concorrência tem. Aliás, este formato faria muito mais sentido na RTP. Foi mais um tiro no pé do canal de Carnaxide que se afasta, cada vez mais, da concorrência aos domingos à noite. 

 

   Uma última nota positiva para Ana Guiomar que está a fazer um brilharete como apresentadora.

 

programaçaoSIC

 

   Em suma, os canais generalistas renderam-se a mais dois dignos programas culinários. Os resultados é que não estão a ser doces, sobretudo para a SIC.

 

facebook

 

06
Nov16

Lembras-te disto?

Tiago Lourenço

facebook

 

 

lembrastedisto

 

 

   Foi o primeiro programa de imitações a ter sucesso em Portugal. Surgiu na SIC, a 1 de outubro de 1993 e tornou-se no primeiro formato do canal de Carnaxide a liderar as audiências.

 

   "Chuva de Estrelas". Lembras-te disto?

 

 

   O programa de imitações era uma adaptação do holandês "The Sound Mix Show", estreado em 1985. Em Portugal, foi uma das grandes apostas da recém-nascida SIC para superar a RTP1 nas audiências e uma forma de fazer frente ao "Festival da Canção". Conseguiu!

 

   Apresentado por Catarina Furtado de 1993 a 1994, o "Chuva de Estrelas" foi um enorme sucesso. A fórmula era simples: os concorrentes tinham de fazer a melhor imitação possível dos seus ídolos da música. Na final, era escolhida a melhor que, mais tarde, representava o país na final internacional.

 

 

   A "namoradinha de Portugal", como ficou conhecida Catarina Furtado, deu lugar a José Nuno Martins na apresentação que manteve o lugar apenas durante um ano. Bárbara Guimarães estreou-se então no entretenimento e ficou à frente do formato de 1997 a 1999.

 

 

   Vários participantes fazem ainda hoje parte do panorama musical português. Sara Tavares e João Pedro Pais são os nomes mais sonantes. A primeira imitou Whitney Houston e venceu a edição de estreia do programa, em 1993, e o cantor ficou em segundo lugar, em 1994/1995, com uma imitação dos Delfins.

 

 

   Inês Santos impressionou em 1994 quando rapou o cabelo para imitar Sinead O' Connor, acabando por vencer nesse ano. Carlos Bruno, em 1998, imitou os REM e venceu a final europeia.

 

 

   Pelo júri passaram nomes como Simone de Oliveira, Paco Bandeira, Lena D'Água, Rita Guerra, Rita Ribeiro ou Miguel Ângelo. 

 

   A última edição do "Chuva de Estrelas" foi para o ar em 2000. 

 

facebook

 

 

02
Nov16

Fora do retângulo - Portugueses de viagem

Tiago Lourenço

foradoretangulo.jpg

   

   Diogo Morgado vai regressar a Portugal, na TVI, depois do seu sucesso nos Estados Unidos da América. Ao contrário, há outros atores portugueses que partem para novos projetos fora do país.

 

   É o caso de Pêpê Rapazote. O ator, que podemos ver atualmente na novela "Rainha das Flores", da SIC, está de malas aviadas para o continente americano. O português vai fazer parte da 3ª. temporada da famosa série "Narcos", inspirada na vida de Pablo Escobar.

 

 

 

 

   

   O ator de 46 anos vai vestir a pele de Chepe, um barão da droga em Cali, na Colômbia. As gravações tiveram início no passado mês de outubro.

 

   Também Maria João Bastos está de partida. A atriz, cujo último trabalho foi em "Coração D´Ouro", da SIC, está de regresso ao Brasil.

 

 

 

 

 

   

   A TV Globo voltou a chamar a portuguesa para entrar numa das suas produções, depois das participações em "O Clone" e "Boggie Oggie". Maria João vai fazer, pela primeira vez, par romântico com Ricardo Pereira na novela "Novo Mundo", ambientada nos anos 1800. A estreia está marcada para o próximo ano.

 

10
Out16

Recorde de "The Voice" dá novo mínimo a "Secret Story 6"

Tiago Lourenço

 

 

   A gala do reality-show da TVI, deste domingo, não passou a barreira do milhão de espetadores.

 

   

facebook

 

 

   A última semana de "Provas Cegas" do "The Voice Portugal" registou a maior audiência desde que a nova temporada estreou. 

 

   O talent-show da RTP1 garantiu 14,7% de rating e 30,5% de share, o correspondente a  1 milhão e 420 mil espetadores em média.

 

   Já o reality-show apresentado por Teresa Guilherme teve o seu pior resultado de sempre, relativamente a galas. Com 9,9% de rating e 22% de share, o "Secret Story 6" foi seguido, em média, por cerca de 940 mil espetadores.

 

   "Best Bakery" da SIC, foi o terceiro programa mais visto do horário nobre de domingo. Com 6,8% de rating e 15% de share, o formato não foi além dos 640 mil espetadores, em média.

 

  O "The Voice Portugal", que entra na próxima semana nas "Batalhas", chegou mesmo a ter mais espetadores que a SIC  e a TVI juntas.

 

the voice portugal

secret story6

bestbakery

 

facebook

 

02
Out16

"Paga para ver" - O que veem os portugueses na televisão paga?

Tiago Lourenço

facebook

 

pagaparaver

   

   Três em quatro lares portugueses têm serviços de televisão paga, segundo dados do mais recente Barómetro de Telecomunicações da Marktest.

 

   A verdade é que, cada vez mais, se lê e se ouve que os portugueses estão a alterar os seus hábitos televisivos. Que veem mais séries ou mais filmes, preterindo as novelas. Que já começam a preferir os canais pagos em relação aos canais de sinal aberto. 

 

   Talvez esteja tudo certo, ou talvez não. Sabes o que é que os portugueses pagam para ver?

 

   De 12 a 25 de setembro, novelas, filmes, desenhos animados, debates futebolísticos e uma partida de Hóquei em Patins foram os programas com maior destaque a entrar num conjunto de 20 mais vistos.

  

 MaisCupão - Número em Portugal em códigos de descontos online

 

   

   O filme "Os Mercenários 2", emitido pelo canal Hollywood, foi líder de audiências na semana de 12 a 18 de setembro e o jogo de Hóquei em Patins disputado entre o SL Benfica e o FC Porto, emitido pela TVI24, alcançou o pódio na semana seguinte.

 

 

 

   As novelas são também líderes na televisão paga. "Os Dez Mandamentos - Nova Temporada", da TV Record, e "A Escrava Isaura", da mesma televisão mas emitida p´la CMTV, são as mais vistas em Portugal. A repetição de "Morangos com Açucar III", no Panda Biggs, e "Êta Mundo Bom!", da Globo também figuram no "top".

 

 

   MaisCupão - Número em Portugal em códigos de descontos online

   

 

   Os debates sobre futebol também não ficam de fora. "Prolongamento" e "Mais Bastidores", da TVI24, juntam-se ao "Play-Off" e ao "Dia Seguinte" da SIC Notícias no segmento dos mais vistos.

 

 

   

   O Panda é dono e senhor dos "Top 20" semana após semana. É o canal que mais programas coloca no ranking. Entre eles destacam-se os seguintes: "Patrulha Pata", "Ruca", "Dora e os amigos na cidade", "Masha e o Urso", entre outros. Na secção dos desenhos animados, o Disney Junior e o Disney Channel também conseguem figurar na lista.

 

   Em duas semanas, nas contas dos mais vistos da televisão paga, não há séries, não há talent ou reality-show´s, não há culinária, não há noticiários, não há documentários e filmes apenas três.

 

   Os hábitos televisivos dos portugueses estão assim tão diferentes? Acho que não!

facebook

 

   

  

  

01
Out16

"Patrulha Pata" vence RTP1 e SIC

Tiago Lourenço

facebook

 

   

 

    A série de animação do canal Panda registou ontem maior audiência que os programas da RTP1 e da SIC.

 

 

   Os desenhos animados protagonizados por cães foram o segundo programa mais visto desta sexta-feira no horário das 7H30.

 

   A essa hora, a RTP1 exibia o "Bom Dia Portugal" e a SIC a "Edição da Manhã". Os dois registaram 1,3% e 0,8% de rating, respetivamente.

 

   A "Patrulha Pata" foi seguida por cerca de 132 mil telespetadores o correspondente a 1.4% de rating e 16.3% de share. A TVI liderou o horário com o Diário da Manhã, mas por uma margem muito curta (1.5% de rating e 17.4% de share).

 

   Amanhã, domingo, não percas a estreia da rubrica "Paga para ver". Sabes o que é que os protugueses pagam para ver na televisão?

 

programação-canalpanda.jpg

 

facebook

 

27
Set16

Portugal fora dos Emmy

Tiago Lourenço

   

facebook

 

   Nenhuma produção portuguesa foi nomeada, na segunda-feira, para os Emmy International 2016.

Grazi Massafera nomeada para o prémio de melhor atriz ("Verdades Secretas")

 

 

   Depois de "Meu Amor"e "Laços de Sangue" serem galardoadas, Portugal não conseguiu, este ano, ser nomeado para qualquer categoria naqueles que são considerados os "Óscares" da televisão mundial

 

  Na corrida podiam estar novelas como “Coração D’Ouro” e "Mar Salgado", da SIC, ou “A Única Mulher”, da TVI.

  

  Mais feliz está a brasileira TV Globo que conta com seis nomeações. "A Regra do Jogo" e " Verdades Secretas", ambas emitidas pela SIC, estão nomeadas na categoria de melhor novela. 

 

   A cerimónia de entrega dos prémios ocorre a 21 de novembro em Nova Iorque.

   

   Conhece a lista completa de nomeações:

   

   Melhor programa de Artes:
 
   Gabo – Colombia
   Gérard Depardieu: out of Frame – França
   Interrupt this Program (Resilient Cities) – Canadá
   NonFictionW_The Man who Shot Hiroshima – Japão

 

   Melhor ator:


   Dustin Hoffman em Roald Dahl’s Esio Trot – Reino Unido
   Alexandre Nero em A Regra do Jogo – Brasil
   Florian Stetter em Nackt Unter Wölfen (Naked Among Wolves) – Alemanha
   James Wen em Echoes of Time – Singapura

 

   Melhor atriz:


   Judi Dench em Roald Dahl’s Esio Trot – Reino Unido
   Jodi Sta. Maria em Pangako Sa’yo (The Promise) – Filipinas
   Grazi Massafera em Verdades Secretas– Brasil
   Christiane Paul em Unterm Radar (Under the Radar) – Alemanha

 

   Melhor programa de comédia:
   

   Dix Pour Cent (Call my Agent)  – França
   Hoff the Record – Reino Unido

   Puppet Nation ZA – África do Sul

   Zorra – Brasil

 

   Melhor documentário:

   KBS Documentary Gong Gam: Mom & Clarinet – Coreia do Sul
   Madres de Plaza de Mayo – La Historia (Mothers of Plaza de Mayo – The Story) – Argentina
   My Son the Jihadi – Reino Unido
   War of Lies Z – Alemanha

 

   Melhor drama:

   Series 19-2 – Canadá
   La Casa Del Mar – Argentina
   Deutschland 83 – Alemanha
   Waiting for Jasmin – Emirados Árabes Unidos

 

   Programa de Horário Nobre em Língua Estrangeira:

   Asombrosamente – EUA
   La Banda – EUA
   Francisco, El Jesuita – EUA
   Un Viaje con Fidel (A Trip with Fidel) – EUA

 

   "Entretenimento sem guião"

   Adotada – Brasil
   Allt För Sverige (The Great Swedish Adventure) – Suécia
   Gogglebox – Reino Unido
   I Can See Your Voice – Coreia do Sul

 

   Melhor telenovela:

   30 Vies – Samuel Pagé – Canadá
   Bridges of Love – Filipinas
   A Regra do Jogo – Brasil
   Verdades Secretas – Brasil

 

   Filme para televisão ou mini-série:

   Capital – Reino Unido
   Nackt unter Wölfen (Naked Among Wolves) – Alemanha
   Os Experientes (The Wise Ones) – Brasil
  Splash Splash Love – Coreia do Sul

 

   

   

facebook

 

 

21
Set16

Fora do retângulo - O Regresso do "Engenhocas"

Tiago Lourenço

 

facebook

 

foradoretangulo

 

  Como é que o MacGyver escapa de um deserto apenas com fruta? A fruta tem vitamina, ele pega na vitamina, retira a "vita" e explode a "mina". A explosão causa um terremoto. Ele retira a "terra", monta a "moto" e vai pra casa. Esta era uma das piadas mais ouvidas nos anos de 1980.

 

  O agente secreto MacGyver foi um fenómeno em todo o Mundo e Portugal não foi exceção. A série americana protagonizada por Richard Dean Anderson está de regresso 31 anos depois.

Lucas-Till-And-George-Eads.jpg

 

 

  O "engenhocas", nome pelo qual era e é conhecido, regressa ao Estados Unidos da América a 23 de setembro. Lucas Till vai ser o novo MacGyver e não vem sozinho. O herói, nesta nova versão, chega acompanhado por um melhor amigo, um guarda-costas e uma colega "hacker" que o apoia em problemas informáticos. 

 

  Lee David Zlotoff, o criador da série original, é um dos produtores deste "remake" que tem tido um regresso atribulado. A CBS, canal detentor dos direitos televisivos, rejeitou o episódio-piloto. Em consequência, convidou James Wan, responsável por filmes como "Velocidade Furiosa 7" e "A Evocação", para refazer os capítulos.

macgyver-richard-dean-anderson-photo.jpg.600x315_q

 

 

  A primeira série de MacGyver contou com sete temporadas exibidas entre 1985 e 1992. Em Portugal, foi transmitida pela RTP, mais tarde pela TVI e, atulamente, é pontoalmente resposta na RTP Memória. Até ao momento não se sabe quando e a que canal chegará a nova versão ao nosso país.

 

  Fica a conhecer o trailer:

 

 

 

facebook

 

 



18
Set16

Lembras-te disto?

Tiago Lourenço

facebook

 

 

 

lembrastedisto

 

 

 

  Com o final do verão à porta, recordamos um típico programa desta época do ano e que muitos relembram com saudosismo. 

 

  Jogos sem Fronteiras. Lembras-te disto?

jeux_sans_frontieres.jpg

 

  Transmitido pela RTP1, este foi um dos programas que mais fez vibrar pequenos e graúdos. A primeira emissão dos "Jogos sem Fronteiras" foi exibida em setembro de 1979, em Portugal, tornando-se na primeira emissão a cores do canal público, embora pudesse apenas ser vista noutros países.

 

  Os jogos consistiam em exigentes provas físicas, mas divertidas aos olhos de quem assistia. Cada emissão continha dez provas e também dez eram os participantes de cada país.

 

jsf1995_prespt.jpg

 

  Eládio Clímaco (ao centro na imagem), tornou-se no rosto português deste programa. Ao longo de 15 participações portuguesas, teve a companhia de Fialho Gouveia, Luís de Matos (na imagem), Anabela Mota Ribeiro (na imagem), Ana Zanatti, Alice Cruz, entre outros.

 

  Os "Jogos sem Fronteiras" foram criados por  Charles de Gaulle, em 1963. Contudo, a primeira emissão foi para o ar apenas dois anos depois, em 1965, com Alemanha e França em jogo.

 

  O francês criou o formato com a intenção de unir e promover a amizade entre os vários países da Europa. Um valor que continuava algo perdido, uma vez que a Segunda Guerra Mundial tinha terminado 18 anos antes, em 1945.

 

  Portugal foi a jogo, pela última vez, em 1998.

 

  Já mais recentemente, Eládio Clímaco confessou à rádio online da Escola Superior de Comunicação Social, que a RTP recusou o regresso do programa em 2010.

 

  Atualmente os "Jogos sem Fronteiras" são emitidos, em repetição, pela RTP Memória.

 

jogosemfronteiras

 

 

facebook

 

 

14
Set16

"Estreia do mês" - "Dragon Ball" chega à SIC

Tiago Lourenço

facebook

 

 

estreiadomes

 

 

   Danem-se as novelas, os reality-shows, a séries ou os talent-shows, para mim, a estreia do mês é o regresso de "Drangon Ball".

 

   A SIC já marcou o dia da chegada de Son Gonku, amigos e inimigos ao ecrã. Sábado, dia 24 de setembro. O horário ainda não é conhecido, mas o mais provável é que ocupe a faixa das 11H00 ou qualquer outro horário da manhã.

 

   Portugal foi o primeiro país a anunciar a transmissão de "Dragon Ball Super" e um dos primeiros a fazê-lo com dobragens.

 

 

   Henrique Feist (Son Goku), Cristina Cavalinhos (Bulma) e João Loy (Vegeta) são alguns dos nomes que voltam a emprestar a voz a este anime de sucesso.

 

   Esta é a única estreia desta nova temporada televisiva que me causa ansiedade e, muito provavelmente, também às gerações nascidas nos anos 1980 e 1990.

 

   20 anos depois, a série continua e conta a história após a batalha de Son Goku contra Majin Boo ou Boo Boo, como ficou conhecido no nosso país.

 

   Para os maiores interessados, fiquem a saber que existe uma página portuguesa no Facebook dedicada ao Dragon Ball, onde são dadas a conhecer muitas novidades.

 

   Será caso para dizer: "Não percam o próximo episódio porque nós, também não!"

dragon ball

 

 

facebook

 

 

Audiencias.jpg

 

Novidades

"Os Extraordinários" substitui o "The Voice Portugal" na RTP1

Mais sobre mim

foto do autor