Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A caixa que já foi mágica

Um blog de opinião sobre a televisão portuguesa

Mudar e ficar na mesma

"Dou hoje início a um novo ciclo da minha vida. Há momentos em que sentimos necessidade de crescer, de oferecer mais a quem há muito nos segue. De mudar. Foi o que fiz. Dei um passo em frente na expectativa de inovar(...)".

 

Foram estas as palavras de Fátima Lopes quando se mudou da SIC para a TVI. Há um ano atrás a apresentadora mudava-se de armas e bagagens para o principal concorrente do canal para onde trabalhou ao longo de 15 anos. Meses mais tarde apresentava o Agora é que Conta e as audiências falaram por si.

 

A aposta da TVI tinha sido certeira. Fátima mudava de registo e alcançava resultados de sonho para o programa das tardes do canal de Queluz. O problema é que o fator curiosidade não dura para sempre e os resultados caíram a pique.

 

Entretanto Júlia Pinheiro segue o caminho inverso ao da antiga "rainha da manhãs" e troca Queluz por Carnaxide. Fátima Lopes que, quando mudou de canal queria inovar, teve de substituir Júlia.

 

Em "A tarde é sua" a apresentadora faz exatamente o mesmo que sempre fez na SIC, talk-show´s. Um ano depois Fátima está na mesma e não existem sinais de que a situação mude.

 

Secret Story deverá ser apresentado por um dos colegas do programa da manhã, os especiais de domingo à tarde têm cabido a Cristina Ferreira e o novo programa de música "Canta Comigo" vai ser apresentado por Rita Pereira. Ainda assim coube a Fátima uma grande mudança. Vai ser jurada do programa que é mais um "Cantigas da Rua" - (SIC) do que outra coisa.