Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A caixa que já foi mágica

Um blog de opinião sobre a televisão portuguesa

Curtas e Boas

 

  • Júlia Pinheiro falou da estreia de Secret Story e, obviamente, puxou a brasa à sua sardinha. A apresentadora deu os parabéns à concorrência pelos resultados, mas logo a seguir criticou-os: "Tenho de dar os parabéns à concorrência pelos resultados, que são simpáticos, mas não são avassaladores" e continua dizendo, "Fiz melhor do que eles na estreia. Na minha altura tínhamos Ídolos na SIC, que já estava a fazer muito bem...Desta vez não havia nada na concorrência, nesta caso na SIC, e o resultado da TVI foi um bocadinho mais baixo", disse Júlia Pinheiro. A apresentadora até pode ter razão em relação aos resultados, mas tudo o resto não é bem assim. Primeiro, a edição que apresentou do reality-show, era uma novidade logo, desperta maior curiosidade. desperta maior curiosidade. Depois, a última edição de Ídolos não fazia resultados assim tão bons. Mas Júlia tem razão ao dizer que a concorrência não tinha nada. É  verdade, a SIC não fez nada de especial para que os resultados da TVI não fossem tão bons.

 

  • Jorge Gabriel está cada vez mais arrogante. Em poucos minutos de Praça da Alegria, na RTP, dá para perceber isso. A arrogância e o tom altivo com que trata muitos dos convidados fica-lhe tão mal. E será que Jorge Gabriel apresenta o programa da manhã sozinho? Parece que sim. Sónia Araújo não tem tido sorte com os parceiros de apresentação. Sempre que tenta dizer alguma coisa, cortam-lhe as palavras e é pena!