Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A caixa que já foi mágica

Um blog de opinião sobre a televisão portuguesa

Sem crédito

A RTP1 transmitiu, este domingo à tarde, o filme Armageddon. É verdade que já o fez vezes sem conta, mas esse não é o assunto desta crónica. 

 

No final da história protagonizada por Bruce Willis, surgiram no ecrã os habituais créditos. Raramente SIC ou TVI os mostram e, sinceramente, se a intenção for fazer o mesmo que a estação do estado, o melhor é mesmo deixá-los de parte. 

 

O que a RTP faz é acelerar a passagem dos créditos, ou seja, é quase impossível lê-los. Sem ter a certeza do que vou escrever, parece-me que esta é uma obrigação do canal público, mas não mostrar ou mostrar os créditos de forma impossível de ler não acaba por ir dar ao mesmo? 

 

Penso que sim, aliás, até é uma perda de tempo. Um minuto com o ecrã preto e letras brancas a passar com pressa de ir apanhar o comboio é algo pouco agradável de se ver.

 

É mais que compreensível que um canal comercial não coloque os crédito de um filme, isso não dá dinheiro, mas também acredito que ninguém siga realmente aquilo. 

 

Será que faz sentido emitir os créditos de um filme? 

 

Os nomes "mais importantes" surgem no início e, hoje em dia, quem realmente se interessa pelo assunto, terá, muito provavelmente, acesso à Internet para poder pesquisar sobre o assunto.

 

Quanto ao canal público, deve pensar melhor acerca deste tema.