Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A caixa que já foi mágica

Um blog de opinião sobre a televisão portuguesa

Curtas e Boas

 

Nuno Santos regressou esta quinta-feira à televisão. O diretor de informação da RTP estava arredado do pequeno ecrã já há vários anos. O especial informação sobre o abandono dos idosos até pode ter sido um programa interessante, mas quem é que teve a ideia peregrina de o fazer na rua? Não faz qualquer sentido que um painel de convidados estivesse na rua a comentar o que quer que fosse numa altura em que atravessava e atravessa o país a maior vaga de frio do ano.

 

 

 

José Carlos Abrantes é o Provedor do Telespetador da RTP. Não coloco em causa a utilidade do cargo, mas sim o programa que é emitido aos sábados no canal público. Por exemplo, as entrevistas feitas pelo provedor às várias personalidades que por lá passam são de bradar aos céus. No passado sábado A Voz do Cidadão, em pleno horário nobre, fez 3,8% de rating e 8,3% de share. Este resultado espelha o desinteresse do público em relação ao programa que teve um resultado audiométrico idêntico ao dos programas da manhã.