Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A caixa que já foi mágica

Um blog de opinião sobre a tv portuguesa

13
Out12

Moscas

Tiago Lourenço

Enquanto as televisões das duas "Américas" e muitas televisões europeias minimizam ao máximo o incomodo que é ver-se o logótipo do canal durante a emissão de um programa, os canais portugueses usam e abusam das "moscas".

 

Passo a explicar. Se nos Estados Unidos da América, por exemplo, o logótipo do canal é colocado no canto inferior direito e com "marca de água", os canais portugueses colocam-no com a cor original e no canto superior esquerdo.

 

Em Portugal sempre foi assim e não é estranho para o espectador. O problema é que, hoje em dia, já não é só o logótipo do canal que surge no ecrã durante a transmissão de um programa. Agora temos: o logótipo do canal, logótipo do programa que está no ar, animações que promovem outros programas, rodapés e passatempos. No meio de tudo isso, o difícil é ver o programa em si.

 

E para que servem estas "moscas"? Para nada! Servem só para poluir o ecrã com informação inútil já que os aparelhos de TDT permitem ao espectador saber qual é o programa que está a ver, tal como os aparelhos das operadoras de televisão paga.

 

No meio de toda esta panóplia de "moscas", as únicas  verdadeiramente plausíveis são os rodapés, desde que não cubram legendas, como muitas vezes acontece. Se até aqui a SIC usava e abusava destes "apetrechos", agora também a TVI os utiliza nas novelas e não só. Para juntar ao ramalhete, a RTP faz o mesmo.

 

Isto é poluição visual e em nada interessa ao espectador.

 

Não é que devamos copiar tudo o que os outros países fazem, porque, não é por ser americano, ou russo, ou brasileiro que tudo é melhor. Mas devemos inspirarmo-nos no que de bom os outros fazem para tentarmos, nós, adaptando ideias, tornarmo-nos melhores também.

Facebook

Audiências - TOP 5

As audiências voltam a ser atualizadas em setembro.

Novidades

"Vale Tudo" regressa à SIC depois do verão

Mais sobre mim

foto do autor