Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A caixa que já foi mágica

Um blog de opinião sobre a televisão portuguesa

Se isto não chega...

Mundo ao Contrário é a mais recente novela da TVI. Estreada a um domingo, a nova produção do canal, foi líder de audiências. Com um bom primeiro episódio, Mundo ao Contrário é um produto algo diferente do que tem sido apresentado pelo canal de Queluz de Baixo. Uma novela mais ágil, mais "adulta", mais provocante e que marca o regresso do excelente Diogo Infante às novelas.

 

A TVI, diria que pela primeira vez, não empurrou a novela que já estava em antena, Destinos Cruzados, para um horário mais tardio. Deixou tudo como estava e colocou a história protagonizada por Margarida Marinho por volta das 23H00.

 

Só que nesse mesmo horário está a melhor novela do milénio do país irmão, Avenida Brasil. As audiências que a produção brasileira consegue para a SIC são muito boas, as melhores de um produto brasileiro desde Páginas da Vida em 2006, excluindo o remake de Gabriela.


Mundo ao Contrário liderou na estreia mas o sol foi de pouca dura. A vingança de Nina contra Carminha não dá espaço à novela da TVI para brilhar e o número de espectadores tem caído a pique.

 

Neste momento, a televisão portuguesa vive um ciclo no qual a SIC é dona e senhora do horário nobre, fruto de bons produtos, portugueses e brasileiros, e de dois ou três tiros ao lado da TVI.

 

Resta-lhe correr atrás do prejuízo, melhorando a sua ficção, que demonstrou uma grande perda de qualidade de algum tempo a esta parte, e esperar que a concorrência cometa erros.