Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A caixa que já foi mágica

Um blog de opinião sobre a tv portuguesa

23
Set13

"I don´t care"

Tiago Lourenço

Confesso que fiz um esforço mas consegui ver duas metades de dois episódios e um episódio completo de I Love It, a nova série juvenil da TVI.

 

O canal de Queluz errou logo na estreia. Colocar um produto novo contra os últimos episódios da novela líder dos fins de tarde, Cheias de Charme, não foi de génio. Por sua vez, colocar a série à noite pode não ter sido má ideia mas que lógica tem colocá-la só às segunda e sextas-feiras? Pouca. 

 

Convém ainda referir que a TVI retirou Doida por Ti do horário e atirou-a para os sábados ao final da noite. Onde é que está o respeito pelo público? Pois, não está! 

 

O resultado, pois então, é desastroso. A história protagonizada por Mia Rose está a ter audiências bastantes fracas. A estratégia de estreia não foi, de todo, brilhante.

 

Quanto ao produto em si, bem, começo pela realização que é, de facto, fantástica e realmente inovadora em Portugal. Tive receio que fizesse parte apenas dos primeiros episódios, felizmente, ao 14º. ainda se mantém.

 

O elenco não é mau. Destaco a personagem do açoriano que é a que chama mais a atenção. Já fazer da jovem transmontana a "parolinha" da novela não me parece muito bem. Os meninos da aldeia não sabem ligar um mp3 como mostrou uma das cenas?

 

A série tenta relatar, penso eu, o dia-a-dia dos jovens portugueses mas, até agora, não vi outra coisa senão festas, intrigas e gritaria.

 

Quanto a mim, o principal problema prende-se com o facto de não existir um verdadeiro fio condutor da história. Parece ser quase tudo "metido a martelo", se assim se pode dizer, e isso não ajuda a uma fidelização do público.

 

I Love It não é péssima mas tem muito para melhorar.

5 comentários

Comentar post

Facebook

Audiências - TOP 5

As audiências voltam a ser atualizadas em setembro.

Novidades

"Vale Tudo" regressa à SIC depois do verão

Mais sobre mim

foto do autor