Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A caixa que já foi mágica

Um blog de opinião sobre a televisão portuguesa

O menino da rádio

A RTP apostou em Vasco Palmeirim e fez bem. O animador das manhãs da Rádio Comercial já tinha dado mostras de ser um bom comunicador, também em televisão, nos programas do Canal Q.

 

O canal público pegou nele e colocou-o como jurado no programa Feitos ao Bife. A estreia foi boa, o programa é que era bastante fraco.

 

 

As coisas correram tão bem que, com a saída de Catarina Furtado da apresentação da primeira série, foi escolhido para dar a cara pela segunda edição. O programa melhorou e os resultados subiram.

 

Com o fim do péssimo Feitos ao Bife, a RTP voltou a pegar em Vasco Palmeirim para o Sabe ou Não Sabe. Um programa feito na rua onde são colocadas perguntas de cultura geral. Podia ser melhor! Mostrar mais das cidades portuguesas e ter melhores perguntas, por exemplo.

 

De qualquer das forma, a escolha foi certeira e, mais uma vez, os resultados subiram. A RTP gostou tanto que encomendou programas até fevereiro de 2014. Palmeirim soube aproveitar as oportunidades e tornou-se rapidamente num valor seguro em televisão.

 

Para a RTP melhor não podia ser. É adorado por muito do público jovem e é esse público que foge do canal do Estado como o diabo da cruz. Basta saber segurá-lo, dar-lhe bons programas e ele faz o resto. É uma agradável surpresa que, se está muito bem na rádio, não está nada pior na televisão.

 

A continuar assim, corre o sério risco de ser um fruto apetecido para outros canais.

1 comentário

Comentar post