Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A caixa que já foi mágica

Um blog de opinião sobre a televisão portuguesa

Alta estupidez

Vou escrever sobre uma entrevista que está a gerar polémica nas redes sociais nos últimos dias mas não sem antes contextualizar um pouco.

 

Carlos Dias da Silva, jornalista, foi durante 13 anos figura da SIC.

 

 

 

Foi repórter em Mundo VIP e coordenador de programas como Êxtase ou Cinco Estrelas. Em 2005 foi dispensado pelo diretor do canal de então, Francisco Penim.

 

O jornalista não mais voltou à televisão mas manteve-se como crítico televisivo em várias publicações. Numa das suas crónicas, em 2011, afirmou que recusou um convite da TVI porque "voltar só por voltar, não", disse.

 

O ex-coordenador regressou aos ecrãs recentemente na Benfica TV. Na estação, apresenta Alta Fidelidade, que não é mais do que uma cópia muito "rasca" doAlta Definição da SIC. Podiam pelo menos ter encontrado um nome diferente e melhor mas não se deram a esse trabalho. Nem sequer questiono aqui a cópia do formato porque isso é o que há mais. O que podia ser era bem feito, só que não é.

 

Vou então ao que interessa. Carlos Dias da Silva, numa das emissões do programa, entrevistou Sílvio, jogador do Sport Lisboa e Benfica, e fez-lhe a pergunta mais hedionda, descabida, ridícula e todos os maus adjetivos que possam existir.

 

"Trocavas a tua carreira pela vida do teu pai?". Há perguntas que não se devem fazer e outras que não se podem fazer. Esta pertence àquelas que não se podem fazer seja por um novato ou por alguém experiente como Carlos Dias da Silva.

 

Um homem que critica muito do que se faz em televisão demonstrou uma tremenda falta de profissionalismo, noção, sensibilidade e terá de trabalhar muito para voltar a ter algum tipo de consideração por parte do público que o possa ler ou vêr.

 

Depois de tanto tempo fora dos ecrãs, se voltou para isto, mais valia ter ficado onde estava...longe deles! 

 

Veja o vídeo com o excerto da entrevista:

 

1 comentário

Comentar post