Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A caixa que já foi mágica

Um blog de opinião sobre a televisão portuguesa

É o Q?

A SIC Radical foi, em tempos, um canal onde se arriscava. Arriscavam em novos formatos ou novas caras sem medo do ridículo. Graças a isso, foram descobertos talentos ou formatos que hoje são indispensáveis aos canais generalistas.

 

João Manzarra, Rui Unas, Gato Fedorento, Bruno Nogueira ou Fernando Alvim nasceram ou cimentaram as suas carreira neste canal Cabo. Hoje em dia isso já não acontece.

 

A Radical tornou-se num antro de formatos estrangeiros.

 

O canais Cabo serviram para experimentar coisas novas mas a concorrência e a importância das audiências passou a falar mais alto. Se por um lado temos cada vez mais e melhores canais, também não é menos verdade que estes já começam a ter pouca margem de manobra para se poderem dar ao luxo de fazer experimentações.

 

Contudo, salva-se o Canal Q.

 

Criado pela agência criativa e humorística Produções Fictícias, é 100% nacional. É o único que arrisca em novos formatos e em novas caras. Infelizmente, não tem tido o reconhecimento que merece.

 

Se se mantiver como está ou melhorar é louvável.