Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A caixa que já foi mágica

Um blog de opinião sobre a televisão portuguesa

Novo rumo

 

"Fui hoje oficialmente exonerado das minhas funções como diretor da RTP1, RTP Memória e RTP ÁFRICA.". Foram estas as palavras deixadas por Hugo Andradena sua página de Facebook, esta sexta-feira.

 

Fecha-se assim um ciclo e inicia-se outro na estação de televisão pública. Neste momento, temos uma RTP1 com uma programação muito idêntica à dos canais privados.

 

Talk-shows diários, novelas, talent-shows ou concursos são a base de um canal que tem o dever de ser diferente da concorrência por ter obrigações com os telespetadores que o pagam.

 

Assim de repente, aponto dois casos que não fazem sentido na grelha de programação de um canal como a RTP: Àgua de Mar e Os Nossos Dias. Duas novelas que fazem concorrência a outras novelas da SIC e da TVI e que, qualquer uma das duas, tem uma qualidade inferior ao que é exibido pela concorrência.

 

A RTP1 não deixa de ser um bom canal com os seus defeitos e virtudes mas, daquilo que tenho lido na imprensa, a nova direção de programas quer remodelar a programação de forma radical. Terminar com O Preço Certo é ideia mais conhecida. 

 

Espero que esta direção se lembre de que existe a RTP2 para determinado género de programas mais culturais e que tenham em mente que a RTP1 não pode ser escrava das audiências mas também não faz sentido sem elas.

 

Uma televisão sem público torna-se desnecessária e essa é a "desculpa" ideal para um Governo que só pensa em privatizar a RTP.