Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A caixa que já foi mágica

Um blog de opinião sobre a tv portuguesa

28
Mar15

Regresso às origens

Tiago Lourenço

 

A Única Mulher, novela da TVI, conta com duas semanas de exibição. Estreou a um domingo, foi líder de audiências e tem-se aproximado da líder Mar Salgado vencendo-a, inclusive, no passado sábado

 

 

O quarto canal apostou forte e tinha de o fazer. Jardins Proibidos foi um erro e a nova novela tinha de conseguir subir os resultados do horário nobre. Inteligentemente apostou em Angola e na Kizomba. O país e o ritmo que estão na moda.

 

As gravações na antiga colónia não se cingiram apenas ao primeiro episódio, como de costume, mas a toda a novela e esse é o facto mais louvável.

 

A história centra-se nos temas habituais mas com o racismo e situações da Guerra Colonial como motor.

 

Tenho seguido estas duas primeiras semanas e tenho gostado do que tenho visto. Não sigo novelas portuguesas desde Laços de Sangue porque não tenho paciência para as "barrigas" que fazem para conseguirem emitir 300 episódios.

 

Contudo, A Única Mulher tem sido cativante talvez pelas, paisagens, pelo ritmo ou até mesmo por algumas boas interpretações.

 

Neste campo destaco Alexandra Lencastre e, surpreendentemente, Rita Pereira.Tecnicamente perdeu qualidade do primeiro para os restantes episódios o que já seria de esperar.

 

Esta aposta da TVI não é melhor que Mar Salgado da SIC mas é o regresso da estação às novelas que a ajudaram a tornar-se líder.

Facebook

Audiências - TOP 5

As audiências voltam a ser atualizadas em setembro.

Novidades

"Vale Tudo" regressa à SIC depois do verão

Mais sobre mim

foto do autor