Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A caixa que já foi mágica

Um blog de opinião sobre a televisão portuguesa

Quais são os números?

O sorteio do Euromilhões desta terça-feira, na TVI, fica para a história de uma das maiores falhas da televisão portuguesa. Enquanto Mónica Jardim, a apresentadora, revelava os números corretos, as imagens mostravam uma extração completamente diferente.

 

Os erros acontecem e são perdoáveis, embora seja difícil perdoar o facto de a emissão ter continuado até ao final, sem sequer existir qualquer tipo de explicação. Era assim tão difícil retirar logo as imagens do ar, assumir o erro e repor a extração correta? Até porque depois houve um pedido de desculpas e o sorteio foi emitido intregalmente.

 

A TVI já explicou que se tratou de um erro humano visto que o ficheiro de vídeo selecionado era já antigo.

 

Com se tudo isto não bastasse, José Alberto Carvalho , pivot do Jornal das 8, teve, antes do sorteio, uma atitude de presunção que lhe saiu mal. O jornalista disse, mais ou menos o seguinte: "Vamos ver agora o sorteio do Euromilhões. A TVI é o único canal em que os resultados são verdadeiros...". Se esta atitude já era reprovável, imagine-se depois do que aconteceu. A vaidade correu mesmo muito mal.

 

Acredito que muitos foram os que ficaram sem saber quais os verdadeiros números. Não foi o meu caso. Minutos antes já a SIC tinha colocado no ar os resultados verdadeiros e que chatice, nem com a chave da TVI, nem com a verdadeira fiquei milionário!

FOI MELHOR A EMENDA QUE O SONETO

 

 

Marisa Cruz esteve, esta segunda-feira, pela primeira vez, à frente do programa da TVI, Agora é que Conta.

 

A apresentadora superou qualquer expetativa, talvez por todas elas serem muito baixas, mas superou-as.

 

Apesar de alguns momentos em que se viu realmente atrapalhada, Marisa esteve bem, o que não é fácil para um primeiro programa. Se este foi o primeiro, esperam-se melhoras para aquilo que já não é mau. 

 

A experiência em televisão não é muita, apesar de já serem muitos anos à frente das câmaras. A mulher de João Pinto deu os primeiros passos como apresentadora no reality-show da SIC, Masterplan  em 2002. Depois mudou-se para a TVI e, desde então, é a cara do sorteio do Euromilhões. 

 

É arriscado fazer já juízos de valor mas, ao que parece, Marisa tem sido desaproveitada. Pelo menos é mais simpática e mais genuína que Leonor Poeiras que, em tudo o que faz, existe sempre algo que soa a falso e isso não é bom.

 

Quanto ao Agora é que Conta pouco há a dizer. O programa não é bom, as audiências são fracas e, pior que isso, perdeu o Norte.

 

São emissões especiais por tudo e por nada, são convidados especiais por dá cá aquela palha, são famílias a jogar contra famílias, ou seja, uma verdadeira confusão.