Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A caixa que já foi mágica

Um blog de opinião sobre a tv portuguesa

29
Mai17

Taça de Portugal lidera e Ljubomir bate recorde

Tiago Lourenço

facebook.jpg

 

ng8553171.JPG

 

 

A final da Taça de Portugal liderou as audiências deste domingo e o "Pesadelo na Cozinha" teve a sua emissão mais vista.

 

 

   O jogo entre o SL Benfica e o Vitória de Guimarães, na final da Taça de Portugal de futebol, registou uma audiência de 18,8% e 47,1% de quota média de mercado.

 

   A partida, mesmo emitida durante a tarde, não deu hipótese à concorrência e foi o programa mais visto de domingo ao garantir uma média de 1 milhão e 821 mil espetadores. 

 

   Por sua vez, o "Pesadelo na Cozinha" marcou o seu melhor resultado desde a estreia. Com 17,2% de rating e 35,8% de quota de mercado, o programa da TVI registou uma média de 1 milhão e 670 mil espetadores.

 

   No mesmo horário, a final do "Got Talent Portugal" conseguiu um dos melhores resultados da temporada, mas não foi além dos 945,400 espetadores em média.

 

   Bem longe esteve o "Just Duet" da SIC. O talent-show ainda não se conseguiu impor nas audiências e ficou-se pelos 424,500 espetadores em média.

 

   A RTP1 garantiu a liderança nas audiências de domingo, seguida da TVI e só depois da SIC.

 

 

Dados de audiência Total Dia (Live+VOSDAL) para 28 de maio de 2017. Os números apresentados são da responsabilidade da GfK/CAEM.

 

Lê também:

 

postsimples_fichatecnica_V1.png

Ficha Técnica com Mariana Marques: "Não pretendo regressar à televisão tão cedo"

 

 

facebook.jpg

 

 

 

12
Mai17

Salvador "faz batota" e já é favorito à vitória

Tiago Lourenço

facebook.jpg

 

C_frtxQXsAMH7oW.jpg

 

Portugal subiu, esta sexta-feira, ao primeiro lugar nas preferências dos apostadores para vencer o Festival Eurovisão da Canção.

 

 

   No site eurovisionworld.com, que faz a média de várias casas de apostas, Portugal estava desde 6 maio no segundo lugar do pódio para vencer o Festival deste ano. Esta sexta-feira, destronou a Itália do primeiro lugar, canção que ocupava esse posto desde 18 de fevereiro deste ano.

 

   Também o Google, através do Google News Lab, mediu as pesquisas, no seu motor de busca, para analisar as hipóteses de cada país na corrida à vitória no certame musical. A canção portuguesa "Amar Pelos Dois", tornou-se na participação mais pesquisada, deixando a Austrália em segundo lugar por larga margem.

 

   A imprensa portuguesa e internacional estão a lançar cada vez mais notícias acerca da participação de Salvador Sobral no Festival. Numa crónica sobre a primeira semi-final, o jornal "The Telegraph", afirma que Portugal seria um justo vencedor, apesar de fazer "batota". Pode ler-se: "Mandar uma canção artística e muito bem-feita à Eurovisão é, do ponto de vista técnico, fazer batota", afirmou a jornalista da publicação britânica.

 

   Por cá, o Sport Lisboa e Benfica, que pode vencer o campeonato português de futebol também no sábado, surpreendeu ao apelar ao voto em Salvador Sobral, nas redes sociais.

 

 

   Portugal sobe ao palco este sábado, 13 de maio, e é a 11ª. canção a apresentar-se num total de 25.

 

Artigos relacionados:

Salvador dá minuto mais visto do dia à RTP

Salvador a caminho da vitória - "13 Reasons Why"

Milagre de 13 de maio

A concorrência de Salvador

facebook.jpg

 

10
Mai17

Salvador dá minuto mais visto do dia à RTP

Tiago Lourenço

facebook.jpg

 

salvador-1-850x567.jpeg

 

A semi-final do Festival Eurovisão da Canção registou, ontem na RTP1, uma média de 946 mil espetadores.

 

   

   Salvador Sobral subiu ao palco do Kiev, na Ucrânia, para interpretar o tema "Amar Pelos Dois". Esse momento valeu à RTP1 o minuto mais visto do dia. Ás 20H46, no momento é que o português cantou, o canal do Estado registou uma média de 12,4% de rating e 28,2% de quota de mercado.

 

   A primeira semi-final rendeu à estação pública uma média de 9,8% de rating e 22,7% de share, tornando-se no 6º. programa mais visto de terça-feira. 

 

   Na mesma faixa horária, o "Jornal das 8" e "Ouro Verde", da TVI, foram vice líderes. Já os programa das SIC, "Jornal da Noite", "Amor Maior" e "Espelho D´Água" ficaram-se pela terceira posição.

 

   Também ontem o site da RTP registou o maior número de visitas desde o "Euro 2016".

 

   Salvador Sobral sobe novamente ao palco da Eurovisão no próximo sábado para representar Portugal.

 

Artigos relacionados:

Salvador a caminho da vitória - "13 Reasons Why"

Milagre de 13 de maio

 Dados de audiência Total Dia (Live+VOSDAL) para 09 de maio de 2017. Os números apresentados são da responsabilidade da GfK/CAEM.

facebook.jpg

 

08
Mai17

Salvador a caminho da vitória - "13 Reasons Why"

Tiago Lourenço

facebook.jpg

 

4.jpg

 

Salvador Sobral sobe hoje ao palco da Eurovisão para representar Portugal.

 

 

   Terça-feira é o primeiro grande dia para "Amar Pelos Dois" (vê o último ensaio). A música que representa Portugal no Festival Eurovisão da Canção de 2017 é a nona a apresentar-se na primeira semi-final. 

 

   Salvador Sobral, o interprete, é um dos grandes favoritos à vitória da final do próximo sábado.

 

   Há 13 razões, numa clara inspiração numa das séries mais badaladas do momento, "13 Reasons Why" (Por 13 razões), para Portugal vencer o certame pela primeira vez.

 

   Umas são mais plausíveis que outras, mas não deixam de ser razões.

 

   Conhece a lista:

 

   1º. Conchita Wurst, vencedora do Festival em 2014, e uma das mais badaladas vencedoras até aos dias de hoje, elogiou a música do representante português através do Twitter;

 

   2º. Nunca uma canção portuguesa tinha estado no segundo lugar das preferências dos apostadores para vencer o Festival;

 

   3º. As melhores posições que Portugal conseguiu no concurso foram conseguidas com músicas cantadas em português. "Amar pelos dois" é cantada integralmente na língua de Camões;

 

   4º. A doença cardíaca de Salvador Sobral é um tema que marca a sua participação. Seja em que país for, todos adoram um bom drama;

 

   5º. Loreen, vencedora em 2012, foi participante do programa "Ídolos", não tinha televisão e nunca tinha visto o festival. Salvador também ficou conhecido no mesmo formato e afirmou, em entrevista à RTP1, que não vê televisão nem segue o espetáculo anual;

 

   6º. A grande final é no dia 13 de maio. Nessa data comemoram-se os 100 anos das supostas aparições de Fátima. A vitória de Portugal na Eurovisão seria um novo milagre. No mesmo dia, o Sport Lisboa e Benfica poderá torna-se novamente campeão nacional de futebol. Portugal manteria, assim, a tradição de ser o país do "fado, de Fátima e do futebol";

 

Lê também:

postsimples_fichatecnica_V1.png

Tiago Brochado: "Lembro-me muitas vezes da morte do Fehér"

 

   7º. A comunicação social internacional está rendida a "Amar Pelos Dois" como nunca antes tínhamos visto. O jornal inglês "Metro" escreveu que "o mundo está a apaixonar-se pelo melhor candidato português de sempre", referindo-se ao jovem de 27 anos;

 

   8º. Além da comunicação social internacional, também a portuguesa está interessada na participação nacional como há muitos anos não estava ou, provavelmente, como nunca esteve. Todos os dias há novas notícias sobre tudo o que envolve o país na Eurovisão;

 

   9º. Se as pesquisas no motor de busca "Google" contassem, a canção portuguesa arrecadaria, pelo menos, o 5º. lugar;

 

   10º. Mesmo com Luísa Sobral, irmã de Salvador, a assumir os dois primeiro ensaios, Portugal subiu posições nas casas de apostas e encurtou a distância para a Itália, que está em primeiro lugar;

 

   11º. Na "red carpet", Salvador Sobral foi o penúltimo a desfilar. Segundo o ditado: " Os últimos são os primeiros".

 

   12º. O penteado do cantor e músico é igual ao de Éder. O jogador marcou o golo que deu a vitória à seleção portuguesa no Europeu de futebol em 2016.

 

17098217_10207859374433580_5697359014241356166_n.j

 

   13º. Pela primeira vez, desde 1964, os portugueses acreditam que o país pode ganhar o Festival Eurovisão da Canção. Também, em muitos anos, sentem orgulho no representante e na música escolhida. Quando nos unimos, juntamos e mostramos que temos orgulho em ser aquilo que somos, ninguém nos bate.

 

   

   Portugal sobe ao palco hoje, depois das 20h00, para tentar apurar-se para a final do próximo sábado.

   A RTP1 vai transmitir o certame em direto nos dois dias.

 

Artigos relacionados:

"Milagre de 13 de maio";

"A concorrência de Salvador";

"Final Inteligente".

facebook.jpg

 Atualização: (09-05-2017 às 13H13)

23
Mar17

A concorrência de Salvador

Tiago Lourenço

facebook.jpg

 

 

Os apostadores colocam a música de Salvador Sobral como a quinta candidata com maior hipótese de vencer em Kiev.

 

 

   Desde que venceu o Festival da Canção da RTP, Salvador Sobral é notícia, quase todos os dias, nos jornais nacionais. Além disso, encheu salas em concertos, colocou o seu disco nos "top´s" e internacionalmente também não passou despercebido. Caiu em graça e não deixa de ser engraçado. 

 

   A verdade é que, nas casas de apostas, Salvador está em quinto lugar como favorito à vitoria. Nas chamadas "odds" ou "probabilidades", o concorrente português já foi quarto classificado. 

 

   "Amar pelos dois" foi a escolha dos portugueses para representar o país no Festival Eurovisão da Canção.

 

   Na frente da corrida ao primeiro lugar do pódio está a Itália. Francesco Gabbani é o grande candidato à vitória, na opinião dos apostadores, reunindo também a preferência nos sites dedicados ao certame.

 

   Logo a seguir ao transalpino está Kristian Kostov, da Bulgária. Em terceiro lugar está a Suécia, representada por Robin Bengtsson e, em quarto lugar, está Blanche, pela Bélgica.

 

   Apesar das boas graças para a final de 13 de maio, Portugal tem ainda de se apurar na 1ª. semi-final que está marcada para dia 9 do mesmo mês. 

 

   Conhece as músicas que estão na frente de "Amar pelos dois", segundo os apostadores:

 

Itália:

 Bulgária:

 Suécia:

Bélgica:

 Portugal:

 

facebook.jpg

 

 

06
Mar17

Final inteligente

Tiago Lourenço

facebook.jpg

 

Salvador Sobral com Luísa Sobral - foto: Revista TV MAIS

 

   A RTP1 emitiu, no passado domingo, a final do "Festival da Canção 2017". 

 

   Numa transmissão em direto do Coliseu dos Recreios, em Lisboa, foi um espétaculo extremamente inteligente e muito bem doseado.

 

   As escolhas para a apresentação, o cenário, o local, os convidados e a forma como inseriram as comemorações dos 60 anos da estação pública fizeram desta final, o melhor evento do ano na televisão portuguesa até agora.

 

   O público escolheu a canção dos "Viva La Diva". Contudo, a soma dos votos dos telespetadores com a votação do júri, ditou que a representante de Portugal no "Festival Eurovisão da Canção" fosse a música de Salvador Sobral, "Amar pelos dois".

 

   Ganhou a mais bonita letra do concurso. A única música capaz de atrair as rádios portuguesas e, talvez, a única capaz de se perpetuar. Não aprecio o estilo do interprete, mas não invalida a justiça da vitória.

 

   Não é, de todo, a canção mais "festivaleira" do concurso, mas está a destacar-se. Depois de conhecido o vencedor, as casas de apostas colocam Portugal na 8ª. posição nas preferências para a vitória  do certame internacional.

 

   Não posso deixar de destacar a excelente prestação de Catarina Furtado, de Sílvia Alberto e do extraordinário momento proporcionado pelo discurso de Júlio Isidro.

 

   O "Festival da Canção" foi acompanhado por uma média de 684 mil espetadores. A final foi o 10º. programa mais visto do dia, liderando apenas na última parte da emissão.

 

   Assim vale a pena. Parabéns RTP!

 

facebook.jpg

 

26
Dez16

Natal de "Inspetor Max" e de "Cinderela"

Tiago Lourenço

   

facebook

 

   A terceira série de "Inspetor Max" foi o programa mais visto na véspera de Natal e "Cinderela" levou a melhor no dia 25.

 

   

 

   As audiências deste fim-de-semana natalício têm algumas curiosidades interessantes. Na véspera de Natal, "Frozen", emitido pela SIC, foi o filme mais visto do dia alcançando o 4º. lugar do pódio.

 

   No dia 25, a final do "The Voice Portugal" teve o pior resultado de toda a temporada, ficando mesmo atrás de "Sozinho em Casa" que chegou a marcar o dobro da audiência registada pela TVI, no horário da tarde, e quase sete vezes mais que a RTP1.

 

   A SIC foi a estação preferida pelos portugueses nos dois dias.

 

   Conhece o TOP 5 deste fim-de-semana:

Audiencias.jpg

 

Audiencias.jpg

 

facebook

 

17
Dez16

Já sabes o que podes ver neste Natal?

Tiago Lourenço

   

facebook

 

 

 

    A SIC é, até agora, o único canal em sinal aberto a mostrar as suas grandes apostas para este Natal. Além do regresso de vários filmes, haverá ainda espaço para as estreias habituais.

 

   A TVI ainda não mostrou de forma clara quais são as suas apostas e, na RTP1, podes contar com uma edição especial de "A Tua Mãe Cozinha Melhor Que A Tua", na noite da consoada, embora o grande destaque seja a final do "The Voice Portugal" no dia 25 de dezembro.

 

   No Cabo, o maior destaque vai para o canal Hollywood que vai apostar forte nos clássicos da Disney. No dia de Natal entram em cena os seguintes filmes: "Dumbo", "Bambi", "Cinderela", "A Bela Adormecida", "Robin dos Bosques", "Aladdin", "Pocahontas" e "Hércules".

   

   Voltando atrás, conhece a lista de filmes escolhida pela SIC para esta quadra natalícia:

 

   "Cinderela"

   

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

   "Big Hero 6: Os Novos Heróis"

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

   "Frozen"

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

   "Paddington"

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

   "Annie"

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

   “Chovem Almôndegas 2”

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

   “Os Pinguins de Madagáscar”

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

   “The Hunger Games: A Revolta Parte 1”

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

   "À Noite no Museu: O Segredo do Faraó"

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

   Também “Sozinho em Casa 1”, “Rio 2” e a versão remasterizada de “Titanic” são outras das apostas.

 

   Estas são apenas algumas das propostas da panóplia de ofertas que os canais de televisão têm para nos oferecer neste Natal.

 

facebook

 

   

01
Set15

Fora da Caixa - Ídolos 6 é a edição menos vista

Tiago Lourenço

 

 

O programa Ídolos, da SIC, terminou no final de agosto com a pior média de espetadores de todas as edições. A . temporada não conseguiu superar as anteriores ficando muito abaixo nas audiências. 

 

A última gala foi, também ela, uma desilusão ficando a menos de metade do número de espetadores da estreia de Pequeno Gigantes, na TVI. 

 

A final sagrou João Couto como vencedor e trouxe à televisão portuguesa Conchita Wurst, vencedora do Festival Eurovisão da Canção de 2014.

 

João Couto vencedor da 6ª. edição

 

 

Foi obviamente um erro fazer regressar um formato desgastado sobretudo porque também a concorrência apostou, recentemente, em formatos do género.

 

Nem o facto de ter sido uma das melhores edições a nível de produção bastou para que o Ídolos 6 fosse uma desgraça em audiências.

 

A regressar, que seja daqui a uns bons anos.

 

30
Nov14

Jardim Proibido

Tiago Lourenço

Sempre ouvi dizer que o que nasce torto, tarde ou nunca se endireita. A TVI espera que, no caso de Jardins Proibidos, o "nunca" não exista e o "tarde" chegue o mais depressa possível.

 

Já aqui o referi: a ideia de fazer a primeira sequela de uma novela portuguesa é muito boa mas tudo o resto falhou.

 

Em Queluz não souberam esperar pelo momento certo e isso foi fatal.

 

A novela estreou com boas audiências mas essas têm caído a pique. A trama teve de ser desviada da líder Mar Salgado e aquela que era a grande aposta da TVI debate-se agora para superar a brasileira Império.

 

Quanto a mim, os erros foram e são muitos. Fazer uma sequela com meia dúzia de atores da primeira versão não é uma boa opção. Fazer uma sequela numa altura em que a protagonista está grávida e, para colmatar a sua ausência, a deixam em coma durante meses é estupidez. Pior ainda, é fazer uma sequela na qual a história tem pouco o nenhum seguimento da anterior.

 

Agora, correm atrás do prejuízo. A novela romântica virou policial. Matam-se personagens a rodos e cria-se um serial killer. Tudo isto para darem entrada a novos atores na trama.

 

Jardins Proibidos vai durar, ao que tudo indica, até setembro de 2015.

 

Como eu ainda acredito em ditados populares é muito provável que esta novela não fique para a história.

Facebook

Audiências - TOP 5

As audiências voltam a ser atualizadas em setembro.

Novidades

"Vale Tudo" regressa à SIC depois do verão

Mais sobre mim

foto do autor