Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A caixa que já foi mágica

Blog de opinião sobre a televisão portuguesa

A Goucha o que é de Goucha

manuel-luis-goucha.jpg

 

facebooknovo.jpg

 

   A 7ª. edição do "Secret Story" não é um sucesso. Vence aos domingos, com uma cada vez mais uma curta distância para concorrência, vence no dia das "Nomeações", não muito longe de "Espelho D´Água" e, esporadicamente, lidera nos especiais emitidos ao longo do dia.

 

   Basicamente, o programa vence nos horários onde a TVI já vencia e os melhores resultados surgem nos momentos em que Manuel Luís Goucha está presente. A atravessar uma das melhores fases da sua carreira, o apresentador é, por si só, um captador de audiências.

 

   O "Secret Story" está gasto. A TVI e a Endemol, rainhas e senhoras do formato reality-show, estagnaram. Parece que já tudo foi inventado. Ambas esforçaram-se por fazer mais, mas nem sempre mais é sinónimo de melhor.

 

   É por estas razões que Goucha merece uma vénia. Com uma carreira de anos, sólida e já sem ter de provar nada a ninguém a não ser a si mesmo, aceitou o desafio de apresentar, pela primeira vez, um reality-show. Podia ter sido o principio do fim. Não foi. A graça certa no momento certo, a abordagem certa em momentos mais sensíveis e a classe que lhe é característica imprimiram às galas do "Secret Story" uma nova vida.

 

   A Goucha o que é de Goucha. Se a "Casa dos Segredos" tem algum sucesso, esse sucesso deve-se maioritariamente a ele.

 

facebooknovo.jpg