Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A caixa que já foi mágica

Blog de opinião sobre a televisão portuguesa

"O Programa da Cristina" - Opinião

mw-1440.jpg

Fotografia.: sic.pt/oprogramadacristina

facebooknovo.jpg

A estreia de Cristina Ferreira na SIC aconteceu, finalmente, esta segunda-feira. As expectativas relativamente ao "O Programa da Cristina" eram altas e não saíram defraudadas. 

 

Comecemos pelo cenário. Baseado numa casa, a ideia não é nova e muito menos inédita em Portugal. Herman José utiliza a mesma premissa no seu "Cá Por Casa", mas isso não lhe retira valor. A dinâmica que uma "casa" dá a um programa de televisão é bastante interessante e, neste caso, é diferenciador do que a concorrência direta diz respeito. Além disso, este cenário é, arrisco-me a dizer, o melhor que a SIC já teve no que toca a talk-shows nos últimos anos.

 

Quanto a conteúdos, não se pode afirmar que sejam realmente diferentes do que hoje se faz e do que sempre se fez nestes formatos. O primeiro programa, que decorreu a um excelente ritmo, foi mais pesado, sobretudo pelos temas relativos a perda de filhos ou os habituais temas criminais. Aí, a passagem para temas mais leves não foi tão perfeita como o resto.

 

Nesta estreia pudemos ver uma Cristina diferente. Além do novo corte de cabelo, a apresentadora estava mais serena do que aquilo a que habituou o público, diria que num estilo mais aproximado ao de Júlia Pinheiro. Para já, a mudança não é prejudicial.

 

A nova cara do canal de Carnaxide e a sua equipa conseguiram ainda algo extraordinário. Com tudo o que aconteceu ao longo da estreia, "O Programa da Cristina" conseguiu ser notícia nos mais variados meios de comunicação, desde jornais desportivos, a diários e rádios. Para isso, contribuiu o telefonema do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, a parabenizar a amiga Cristina Ferreira e, também por isso, podemos desculpar tal ato da maior figura da República Portuguesa.

 

Por outro lado, a presença do presidente do Sport Lisboa e Benfica captou a atenção de outro público. Luís Filipe Vieira esteve presente, falou sobre a sua vida pessoal e sobre o clube que lidera.

 

No primeiro programa não  consigo encontrar defeitos dignos de grande registo. Talvez a música melancólica durante os momentos de tensão tenha o volume demasiado elevado e seja também metida "a martelo".

 

Esta terça-feira saberemos se Cristina Ferreira conseguiu ter mais inquilinos na nova casa do que a antiga. Se tiver, será um feito digno de registo. Se não tiver e tiver ficado próximo do líder "Você na TV", será um sinal importante de que algo pode mudar. Se tiver ficado longe, será um balde de água fria e a certeza de que a vitória será ainda mais complicada do que se esperava.

 

Uma coisa é certa, as manhãs da televisão portuguesa estão ao rubro e Cristina contribuiu para melhora-las.

facebooknovo.jpg

 

1 comentário

Comentar post