Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A caixa que já foi mágica

Blog de opinião sobre a televisão portuguesa

Cristina assina pela SIC e famosos apoiam

img-9145.jpg

 

facebooknovo.jpg

 

A SIC anunciou, esta sexta-feira, que Cristina Ferreira é a nova cara da estação. Na sua página de Instagram, a apresentadora partilhou a sua felicidade junto de Francisco Pinto Balsemão.

 

 

   Acabaram-se as suposições. Cristina Ferreira vai mesmo transferir-se para o canal de Carnaxide onde, além de apresentadora, acumulará o cargo de consultora executiva da Direção Geral de Entretenimento do Grupo IMPRESA.

 

   A estação fez saber que a contratação da antiga estrela da concorrência se deve ao "seu talento, versatilidade e vasta experiência na condução de programas e formatos, bem como na criação e produção de conteúdos, contribuirá, de forma decisiva, para a estação alcançar os objetivos definidos no seu plano estratégico.", pode ler-se no comunicado emitido pelo canal.

 

   Na mesma publicação, o Diretor Geral de Entretenimento da IMPRESA fez saber que esta contratação "enquadra-se no plano de continuarmos a ter os melhores connosco. Pelas suas múltiplas capacidades, energia e sentido de compromisso com tudo o que faz, a Cristina soma ainda mais valor aos grandes profissionais de todas as áreas que temos na SIC e ao nosso projeto. Acreditamos que todos juntos continuaremos a fortalecer os laços que a SIC mantém com o público desde 1992”, afirmou Daniel Oliveira.

 

   A apresentadora optou por reagir no seu perfil de Instagram, partilhando uma fotografia ao lado de Francisco Pinto Balsemão, dono da SIC. Juntamente com a fotografia, Cristina escreveu que "a SIC é o futuro", acrescentando ainda que a estação é "A sua casa. Onde o desafio é o maior alimento do sonho.", confessou.

 

   Várias figuras públicas quiseram deixar as suas palavras e expressões de apoio nos comentários à sua publicação. João Moleira, Rebeca, Andreia Rodrigues, Joana Solnado, Rita Pereira, Rita Ferro Rodrigues ou José Castelo Branco foram alguns dos que quiseram congratular a natural da Malveira. Abaixo, pode ver alguns exemplos desse apoio:

Screenshot_20180908_162322.jpg

Screenshot_20180908_162357.jpg

Screenshot_20180908_162343.jpg

Screenshot_20180908_162459.jpg

Screenshot_20180908_162512 - Cópia.jpg

Screenshot_20180908_162527 - Cópia.jpg

 

Screenshot_20180908_162542.jpg

Screenshot_20180908_162553 - Cópia.jpg

Screenshot_20180908_162707 - Cópia.jpg

   Apesar da oficialização da contratação da antiga cara da TVI, ainda não é conhecida a data de regresso ao pequeno ecrã.

facebooknovo.jpg

 

Cristina bateu asas e a televisão tremeu

 

img_828x523$2017_05_02_13_08_51_54992_im_636293274

facebooknovo.jpg

 

   Até ao momento, só a TVI confirmou a saída de Cristina Ferreira, local onde trabalhou durante cerca de 16 anos. A sua transferência para a SIC ainda não foi confirmada pelo canal, nem pela apresentadora. Há muito fumo para não haver fogo e parece-me que a mudança vai mesmo acontecer.

 

   A sua transferência pode fazer com que 2018 seja um ano de viragem no panorama televisivo português. Esta mudança só tem comparação àquela que Herman José protagonizou em 2000, ao deixar a RTP pelo canal de Pinto Balsemão, ou a de Manuel Luís Goucha, que deixou a RTP e mudou-se para a TVI, em 2002.

 

   A jogada da SIC foi de mestre. Mesmo tendo de abrir os cordões à bolsa, o investimento terá, com certeza, retorno. A estação ainda não ganhou a batalha, mas acertou em cheio no porta aviões da concorrência.

 

   Cristina Ferreira conseguiu tudo aquilo que lhe propuseram. Venceu as manhãs, com o "Você na TV", venceu no acesso ao horário nobre, com o "Apanha Se Puderes", e venceu com qualquer programa noturno que tenha apresentado, como o "Dança com as Estrelas" ou o "A Tua Cara Não Me É Estranha". Foi o rosto mais visível e importante da estação de Queluz de Baixo. Além disso, não há nenhuma figura televisiva em Portugal que tenha tanto sucesso e em tantas frentes como a natural da Malveira. O seu nome é uma marca e vende, vende muito.

 

   Neste negócio, é a SIC quem mais fica a ganhar. Cristina pode sofrer uma rejeição de algum do seu público. Essa rejeição pode durar muito ou pouco tempo. Júlia Pinheiro, por exemplo, ainda não recuperou o sucesso que tinha no quarto canal passados sete anos.

Já as audiências que conquistou na casa que agora deixa, pode não as conquistar no futuro. Ainda assim, nada será demasidamente negro.

 

   Por sua ver, a estação agora liderada por Daniel Oliveira só tem a ganhar. Os resultados vão, com certeza, subir. Além disso, a TVI já não terá a mesma força que tinha em todos os horários onde Cristina Ferreira marcava presença (manhãs, tardes e noites de domingo).

 

   Ao canal da Media Capital resta seguir em frente, alavancar as caras que já tem e trazer alguma novidade que deverá chegar da RTP. Quanto à SIC, precisa de ser inteligente na escolhas que vai fazer para a sua nova coqueluche. 

 

facebooknovo.jpg

 

TVI oficializa saída de Cristina Ferreira

302A63521copy-2-760x510.jpg

 

facebooknovo.jpg

 

O canal de televisão confirmou, em comunicado emitido hoje, a não renovação do contrato com a apresentadora.

 

 

   A TVI informou que não vai manter o contrato com Cristina Ferreira que terminava em novembro deste ano.

 

   No comunicado, o canal confirma a saída da antiga cara do "Você na TV" e agradece a forma como desempenhou as suas tarefas ao longo de 16 anos.

 

   Recorde-se que a notícia da saída de Cristina para SIC foi avançada na tarde desta quarta-feira.

 

  Falta então a confirmação da transferência pelo canal de Carnaxide e pela própria, que ainda não se pronunciou sobre o assunto.

 

   Leia o comunicado na íntegra:

 

   "A TVI e Cristina Ferreira acordam em não renovar o contrato de prestação de serviços da apresentadora que está em vigor até 30 de novembro de 2018. As partes encontram-se atualmente a negociar os termos aplicáveis à cessação da relação contratual vigente e, bem assim, do vínculo laboral existente. Após 16 anos, ambas as partes entendem estar na altura de dar início a um novo rumo e a novos projetos empresariais e profissionais, pondo um ponto final neste caminho comum. A TVI destaca o profissionalismo e competência que a apresentadora e diretora de conteúdos não informativos sempre votou ao exercício das suas funções na TVI, a televisão líder em Portugal."

facebooknovo.jpg

 

Ordenados das estrelas

Os apresentadores mais conhecidos da RTP1 foram notícia nos jornais, não há muito tempo, devido aos ordenados que auferem. Catarina Furtado foi uma das caras mais comentadas e mais criticadas nas redes sociais. 

 

Para que se tenha uma ideia a eterna "namoradinha de Portugal" recebe, por mês, 30 mil euros. Seguem-se José Carlos Malato e Fernando Mendes com 20 mil euros por mês, Jorge Gabriel com 18 mil, João Baião e Sílvia Alberto com 15 mil, Sónia Araújo com 14 mil e Tânia Ribas de Oliveira com 10 mil euros por mês. 

 

Claro que nos tempos que correm este tipo de salários choca muita gente, ainda para mais, sendo este dinheiro pago pelos contribuintes portugueses. 

 

O que também é verdade é que todas estas pessoas têm valor e, se a RTP as quer nos seus canais, tem de pagar por isso.

 

Existe um valor de mercado para os apresentadores. Se o canal público não o pagasse, estas "estrelas" mudariam de canal e a estação pública ficaria desfalcada de caras conhecidas e queridas do grande público. Há, no entanto, uma situação que dá que pensar. 

 

Enquanto Fernando Mendes, Sónia Araújo, Jorge Gabriel, João Baião e Tânia Ribas de Oliveira surgem diariamente no ecrã, existem outros que aparecem de vez em quando. 

 

Quanto tempo esteve Catarina Furtado fora de antena e de forma regular? Algum tempo e, nesse período, a apresentadora auferia os seus 30 mil euros mensais.

 

Ter bons apresentadores e pagar por eles é aceitável. Ter contratos de exclusividade que obrigam a pagar um valor mesmo que não se trabalhe, deixa de o ser.