Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A caixa que já foi mágica

Blog de opinião sobre a televisão portuguesa

"Casados à Primeira Vista" é a nova aposta da SIC

https___s3-ap-southeast-2.amazonaws.com_vms-tv-ima

facebooknovo.jpg

 

A SIC prepara um novo reality-show, a estrear brevemente, em que um casal se conhece apenas no dia do casamento.

 

 

   Já pensou conhecer o seu noivo ou noiva apenas no dia em que vai subir ao altar? É essa a proposta que o canal de Carnaxide tem para os espectadores numa produção da Shine Ibéria. Os casais serão escolhidos e estudados por vários especialistas em relacionamentos, depois de avaliadas as suas personalidades. Ao longo de oito semanas, terão de viver a noite de núpcias, a lua-de-mel e passar algumas semanas juntos. Durante esse tempo vão ter várias oportunidades de manter o casamento ou optar pela separação.

 

   O formato, com o nome original "Married at first sight", é um sucesso em vários países um pouco por todo o mundo. Reino Unido, Estados Unidos da América ou Austrália contam já com várias temporadas. Algumas das versões internacionais estão, atualmente, a ser transmitidas pela SIC Mulher.

 

   Diana Chaves foi a cara escolhida para apresentar o programa. Júlia Pinheiro chegou a ser uma das hipóteses em cima da mesa, mas Daniel Oliveira, novo diretor de programas do canal, decidiu dar uma oportunidade à atriz que já teve a seu cargo o "Achas Que Sabes Dançar?".

 

   As inscrições continuam abertas e podem ser realizada através do e-mail casting@sic.pt.

 

   O programa estreia domingo, 21 de outubro.

 

Atualizado a 15-10-2018.

 

ARTIGOS RELACIONADOS:

"Casamentos" atiram Cristina Ferreira para terceiro lugar nas audiências

"Casados à Primeira Vista" ou "Pesadelo na Cozinha"? Um deles liderou as audiências

A verdadeira prova de fogo

facebooknovo.jpg

 

 

 

Final da Eurovisão é a mais vista dos últimos 10 anos

eight_col_Netta.jpg

facebooknovo.jpg

 

A RTP emitiu, no sábado (12/05), a final do "Festival Eurovisão da Canção" que foi seguida por uma média de 1 milhão e 548 mil espectadores.

 

   A transmissão do evento realizado, pela primeira vez em Portugal, rendeu ao canal público a melhor audiência desde 2008. Os 1 milhão e 548 mil espectadores traduzem-se em 16 % de rating e 36,4% de quota média de mercado. A emissão do certame liderou a noite de sábado do início ao fim. O minuto mais visto aconteceu já bem perto do final do espetáculo, altura em que o público estava próximo de saber se o vencedor seria Israel ou o Chipre. Às 23h39 a RTP1 era seguida por cerca de 1 milhão e 897 mil espectadores, o que corresponde a 19,6% de rating e 50,2% de share.

 

ESC-2018-final-rtp1.png

 

   Para encontrar um resultado melhor que o deste ano, são precisos recuar 10 anos, altura em que Vânia Fernandes cantou "Senhora do Mar" e havia a esperança na melhor pontuação de sempre, o que acabou por não acontecer. Em 2008, 1 milhão e 716 mil portugueses viram a final de Belgrado.

 

   Já em 2017, ano em que Salvador Sobral venceu com a canção "Amar Pelos Dois", a final foi acompanhada por uma média de 1 milhão e 401 mil espectadores. Contudo, o momento mais visto já bem perto do final da emissão, registou uma média de 2 milhões e 372 mil espectadores.

 

   Subida generalizada de audiências na Europa

 

   Algumas televisões europeias já deram a conhecer as audiências da final de sábado.

 

   Espanha registou uma média de 7,2 milhões de telespectadores, mais 3,15 milhões de telespectadores do que em 2017.

 

   Itália registou o segundo melhor valor desde que regressou ao certame em 2011. Em média, 3, 430 milhões de espectadores acompanharam a transmissão.

 

   No Reino Unido, a emissão da BBC1 foi vista por uma média de 6,9 milhões de espectadores o que significa um aumento de público relativamente ao ano passado.

 

   Já em França, 5,15 milhões de pessoas acompanharam o Festival. Foi a maior audiência desde 2009.

 

   O Chipre, que ficou em segundo lugar com o tema "Fuego", chegou a registar 93,4% de share, o que significa que 9 em cada 10 pessoas que tinham a televisão ligada, assistiam ao "Festival Eurovisão da Canção".

 

Alguns dados apresentados são provisórios, da responsabilidade da CAEM/GfK e podem sofrer alterações. Incluem Vosdal.

 

facebooknovo.jpg