Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A caixa que já foi mágica

Blog de opinião sobre a televisão portuguesa

Agora ela. RTP acaba com programa das tardes e quer Tânia contra Júlia e Fátima

21077606_1234298240009120_412387456717595652_n-860

Fotografia.: retirada de http://media.rtp.pt/extra/pessoas/tania-ribas-oliveira-regressa-das-ferias-ao-agora-nos/

facebooknovo.jpg

O "Agora Nós" tem os dias contados já a partir de fevereiro. O jornal "Correio da Manhã" revela que fonte próxima do José Fragoso, diretor de programas do canal público, já fez saber que quer Tânia Ribas de Oliveira, a solo, no horário vespertino.

 

Passou pelas manhãs, mudou-se para as tardes e chega agora ao fim. O "Agora Nós" vai terminar no próximo mês para dar lugar a um formato em que Tânia não divida as atenções com José Pedro Vasconcelos.

 

O programa é, atualmente, terceiro no horário da tarde, atrás de "Júlia", da SIC , e do "A Tarde É Sua", da TVI. A ideia de José Fragoso será tornar a RTP1 mais competitiva no que toca a audiências e dar mais destaque à apresentadora, que renovou recentemente o seu contrato por mais quatro anos, depois de ter sido apontada para substituir Cristina Ferreira no "Você na TV".

 

Além desta notícia, o "Correio da Manhã" revela ainda que José Pedro Vasconcelos, apesar de perder o lugar nas tardes, já tem um programa pensado para si.

facebooknovo.jpg

Vasco Palmeirim, Calema e Matay são as grandes novidades do "Festival de Canção 2019"

CALEMA-2.png

Fotografia.: retirada de http://media.rtp.pt/festivaldacancao/compositores/calema/

facebooknovo.jpg

A RTP deu a conhecer, esta segunda-feira, todas as novidades sobre o "O Festival da Canção" deste ano. A Arena de Portimão vai receber a grande final que será apresentada por Filomena Cautela e Vasco Palmeirim, um estreante nestas andanças. Matay e os Calema são os intérpretes a concurso mais conhecidos do grande público.

 

A estação pública deixou cair o véu e já deu a conhecer os pormenores sobre a escolha da música que vai representar Portugal em Telavive, Israel, no "Festival Eurovisão da Canção" de 2019.

 

A primeira semifinal será apresentada por Sónia Araújo e Tânia Ribas de Oliveira, a 16 de fevereiro. Já segunda semifinal terá a presença de José Malato e Jorge Gabriel na semana seguinte, a 23 de fevereiro. A grande final está marcada para o dia 2 de março, na Arena de Portimão. Vasco Palmeirim é a grande novidade no que toca à apresentação e será acompanhado pela repetente Filomena Cautela. Nesse dia será conhecida a vencedora que se segue a "O Jardim", de Cláudia Pascoal e Isaura.

 

No que toca aos interpretes, confirma-se a participação dos Calema, que já tinham sido anunciados como compositores. Matay e NBC são, provavelmente, os outros dois nomes com que o grande público mais está familiarizado.

 

Oiça todas as canções a concurso no "Festival da Canção 2019".:

Compositor: André Tentúgal – Lara Iaquiz O Lugar

 

 

 

 

 

 

Compositor.: Calema – Calema / A Dois

 

 

 

 

 

 

Compositor.: Conan Osiris – Conan Osiris / Telemóveis

 

 

 

 

 

 

Compositor.: D’Alva – Ana Cláudia / Inércia

 

 

 

 

 

 

Compositor.: DAMA – João Campos / É o que é

 

 

 

 

 

 

Compositor.: Filipe Keil – Filipe Keil / Hoje

 

 

 

 

 

 

Compositor.: Flak – Ela Limão Mais Brilhante que Mil Sóis

 

 

 

 

 

 

Compositor.: Frankie Chavez – Madrepaz Mundo a Mudar

 

 

 

 

 

 

Compositor.: Lura – Soraia Tavares O Meu Sonho

 

 

 

 

 

 

Compositor.: Mariana Bragada – Mariana Bragada / Mar Doce

 

 

 

 

 

 

Compositor.: Miguel Guedes – Dan Riverman Lava

 

 

 

 

 

 

Compositor.: NBC – NBC / Igual a ti 

 

 

 

 

 

 

Compositor.: Rui Maia – Mila Dores / Debaixo do luar

 

 

 

 

 

 

Compositor.: São Pedro – Marlon O jantar

 

 

 

 

 

 

Compositor.: Surma – Surma / Pugna

 

 

 

 

 

 

Compositor.: Tiago Machado – Matay / Perfeito

 

 

 

 

 

 

facebooknovo.jpg

Estreia de Ricardo Araújo Pereira dá liderança à TVI

transferir.png

Fotografia.: imagem retirada de www.mag.sapo.pt

facebooknovo.jpg

"Gente Que Não Sabe Estar" é o novo segmento do "Jornal das 8", da TVI, que estreou este domingo. O formato de humor conseguiu a liderança das audiências no primeiro programa.

 

Ricardo Araújo Pereira regressou à antena da TVI para apresentar um novo formato de humor. O antigo "Gato Fedorento", ao longo de vários meses, vai esmiuçar a vida política portuguesa. Na estreia, o humorista conseguiu que o seu "Gente Que Não Sabe Estar" fosse líder de audiências (14,1% de audiência média e 27,4% de quota de mercado).

 

Com a ajuda da nova rubrica, o "Jornal das 8", neste domingo apresentado por Judite de Sousa, foi o programa mais visto do dia com 13,2% de audiência média e 26,4% de quota de mercado.

 

Depois de vencer no sábado, a SIC recuou ao segundo lugar dos canais mais vistos, deixando a liderança a cargo da TVI. A RTP1 teve um domingo negro, ficando com quase menos 10 pontos percentuais que o canal de Carnaxide.

 

Curiosidades.:

- O "Dança com as Estrelas", da TVI, foi o programa mais visto do horário nobre. Contudo, o "Lip Sync Portugal", que estreou na passada semana na SIC, conseguiu subir face à estreia e aproximou-se do principal concorrente.

- O "Famílias Frente a Frente", da RTP1, não conseguiu impor-se e registou a sua pior audiência desde a estreia.

- A SIC decidiu apostar em o "Cabaret da Coxa", o formato da Radical ,apresentado por Rui Unas e que regressou para cinco programas especiais no final de 2018. O programa foi líder de audiências.

- O "Somos Portugal" conseguiu mais um importante resultado nas tardes da TVI. Apesar da forte concorrência do cinema da SIC, o programa popular foi o quinto mais visto de domingo.

Alguns dados apresentados são provisórios, da responsabilidade da CAEM/GfK e podem sofrer alterações. Incluem Vosdal.

facebooknovo.jpg

7-0. "O Programa da Cristina" leva Goucha a perder para "A Praça da Alegria"

mw-1440.jpgFotografia.: Rui Valido, sic.pt/oprogramadacristina

facebooknovo.jpg

Cristina Ferreira conseguiu alcançar a melhor cota de mercado em cinco dias de exibição do seu programa. Nesta terça-feira, o programa da SIC venceu as audiências durante a manhã e o "Você na TV" registou um novo mínimo, chegando mesmo a perder para a RTP1.

 

"O Programa da Cristina" mostra, a cada dia que passa, que os bons resultados obtidos na estreia podem não representar apenas o "efeito novidade".

 

Ao sétimo episódio, a nova cara do canal de Carnaxide conseguiu prender a atenção de mais de 524 mil espectadores, em média. Estes valores significam que Cristina Ferreira alcançou uma audiência média de 5,4% e 37,5% de quota de mercado.

 

Nesta terça-feira (15/01), Manuel Luís Goucha e Maria Cerqueira Gomes registaram um novo mínimo de audiência desde que se tornaram numa dupla. O "Você na TV" chegou a perder, nos 10 minutos iniciais, para a RTP1. O fosso do programa da TVI para a SIC é cada vez maior e o formato não foi além dos 238 espectadores, em média (2,5% de rating e 16,9% de quota de mercado).

 

Apesar de ter conquistado a vice-liderança nas audiências quando o relógio batia nas 10H10 da manhã, o "A Praça da Alegria" manteve o terceiro lugar no total da sua exibição. Com Sónia Araújo e Jorge Gabriel estiveram uma média de cerca de 143 mil espectadores (1,5% de audiência média e 10,5% de share).

 

Nas contas finais do dia, a SIC voltou a liderar as audiências em Portugal (19%). No segundo lugar ficou a TVI (17,5%) e a RTP1 registou uma subida apesar do terceiro lugar (15,7%). Aliás, o canal público viu a transmissão do Vitória SC X SL Benfica tornar-se no programa mais visto de terça-feira.

Alguns dados apresentados são provisórios, da responsabilidade da CAEM/GfK e podem sofrer alterações. Incluem Vosdal.

facebooknovo.jpg

 

"Lip Sync Portugal" não segura liderança de "Casados à Primeira Vista"

49947188_10157001467814732_4333282561808662528_n.j

Fotografia.: imagem retirada da página de Facebook da SIC

facebooknovo.jpg

O novo programa da SIC estreou, este domingo à noite, apresentado por João Manzarra e César Mourão. A nova aposta não conseguiu manter a liderança das audiências e perdeu para o "Dança com as Estrelas", da TVI.

 

Prometia colocar figuras públicas a dançar e a fazer playback e cumpriu. "Lip Sync Portugal" contou com as presenças de Áurea, Clara de Sousa, Diogo Amaral, Raul Meireles, Carolina Patrocínio com assuas irmãs e Sara Matos, que se tornou na vencedora da primeira edição.

 

O formato internacional de sucesso não conseguiu convencer a maioria dos portugueses que assistiu televisão no domingo à noite. O programa foi o quarto mais visto do dia, com uma audiência média de 11,3% e 25 % de quota de mercado. Ao todo, contou com cerca de um milhão e 97 mil espectadores.

 

Por outro lado, o "Dança com as Estrelas" alcançou o melhor resultado desde que estreou. O programa da TVI conseguiu captar a atenção de cerca de um milhão e 258 mil espectadores. Rita Pereira e Pedro Teixeira tiveram uma audiência média de 13% de rating e 28% de quota de mercado.

 

Bem longe das privadas esteve o "Famílias Frente a Frente". O programa de cozinha da RTP1 não foi além dos cerca de 482 mil espectadores.

 

Neste domingo (13/01), a TVI liderou as audiências, seguida da SIC e só depois a RTP1.

 

Artigos relacionados.:

"Lip Sync Portugal" - Opinião

facebooknovo.jpg

Alguns dados apresentados são provisórios, da responsabilidade da CAEM/GfK e podem sofrer alterações. Incluem Vosdal. 

Cristina aumenta vantagem sobre Goucha ao segundo programa

mw-1600 (1).jpg

Fotografia.: retirada de sic.pt/Programas/o-programa-da-cristina

facebooknovo.jpg

 "O Programa da Cristina", que foi para o ar esta terça-feira, conseguiu aumentar a quota de mercado da estreia e alargar a vantagem sobre o "Você na TV".

 

O novo programa das manhãs da SIC voltou a não dar hipótese à concorrência. Cristina Ferreira conseguiu uma audiência média de 6% e uma quota de mercado de 41.6%, mais 1% que na estreia.

 

Ainda assim, a apresentadora perdeu alguns seguidores. Em média, foram cerca de 584 mil espectadores, quase menos 84 mil que na segunda-feira.

 

Mas se Cristina perdeu, Manuel Luís Goucha e Maria Cerqueira Gomes perderam ainda mais. Desta feita, o "Você na TV" manteve a vice liderança com 2.6% audiência e 19.1%  de quota de mercado. O formato da TVI captou a atenção de cerca de 249 mil espectadores, em média, menos 126 mil que no dia anterior.

 

Pelo contrário, a "Praça da Alegria" conquistou mais espectadores que na manhã de dia 7 de janeiro, apresar de manter a terceira posição no horário. O programa da RTP1 registou 1,3% de audiência média  e 9.2%, ou seja, cerca de 127 mil espectadores.

 

Também nesta terça-feira a SIC voltou a vencer a TVI e liderou as audiências em Portugal. No canal de Carnaxide, todos os programas lideraram desde "O Programa da Cristina", até chegar "O Preço Certo", no acesso ao horário nobre. O "Jornal da Noite" voltou à liderança e o canal de Queluz de Baixo só conseguiu vencer com as novelas "Valor da Vida" e a "Teia". A estação de Pinto Balsemão voltou a ser a mais vista quando "Segundo Sol" foi para o ar, já ao final da noite.

 

Alguns dados apresentados são provisórios, da responsabilidade da CAEM/GfK e podem sofrer alterações. Incluem Vosdal.

Leia também.:

"O Programa da Cristina" - Opinião

facebooknovo.jpg

 

 

 

Futebol e Eurovisão dominam audiências em 2018

Fotografia: (AFP PHOTO / Adidas / Arsen Galstyan)Fotografia: (AFP PHOTO / Adidas / Arsen Galstyan)

facebooknovo.jpg

 

Os 20 programas mais vistos na televisão portuguesa em 2018 foram jogos de futebol, nas mais diversas competições. Sem contar com o desporto rei, a final do "Festival Eurovisão da Canção" foi o evento que mais espectadores atraiu.

 

 

O futebol continua a mover multidões e a televisão não é exceção. 2018 ficou marcado pela fase final do Mundial, que decorreu na Rússia.

 

O caminho percorrido pela seleção portuguesa ocupou os quatro primeiros lugares do pódio no que toca a audiências televisivas. O quinto lugar fecha com play-off da Liga dos Campeões, disputado entre o PAOK e o SL Benfica.

 

Se excluirmos os jogos de futebol, a final do "Festival Eurovisão" da Canção, organizado pela primeira vez em terras lusas, reuniu as preferências do público português. Logo depois ficou mais uma transmissão desportiva, mas desta vez com futsal. Portugal e Espanha disputaram a final do campeonato europeu. O pódio fica completo com a final do "Secret Story 7", a final do "Pesadelo da Cozinha" e um episódio do mesmo programa liderado por Ljubomir Stanisic.

 

TOP 10 programas mais vistos de 2018.:

1º. Mundial 2018: Fase de Grupos - Irão X Portugal (RTP1)

2º. Mundial 2018: Oitavos de Final - Uruguai X Portugal (RTP1)

3º. Mundial 2018: Fase de Grupos - Portugal X Espanha (RTP1)

4º. Mundial 2018: Fase de Grupos - Portugal X Marrocos (SIC)

5º. Liga dos Campeões: Play-Off - PAOK X Benfica (TVI)

6º. Liga dos Campeões: Benfica X Ajax (TVI)

7º. Liga Europa: Sporting X At. Madrid (SIC)

8º. Jogo Amigável: Portugal X Argélia (RTP1)

9º. Liga dos Campeões: AEK Atenas X Benfica (TVI)

10º. Liga dos Campeões: Benfica X AEK Atenas (TVI)

Fonte: Initiative/Meios e Publicidade

facebooknovo.jpg

 

"O Carro do Amor" lidera na estreia

logoocarrodoamor.png

facebooknovo.jpg

 

O novo programa da SIC chegou, esta quarta-feira, para substituir o "Casados À Primeira Vista". O novo formato conseguiu liderar na estreia com mais de 880 mil espectadores.

 

"O Carro do Amor" é a nova aposta do canal de Carnaxide no horário das 19H00. Depois do sucesso de "Casados À Primeira Vista", a missão de manter a liderança não era tarefa fácil. Ainda assim, a nova experiência social da SIC levou a melhor sobre a concorrência. O programa foi o quarto mais assistido do dia, com 9.1% de audiência média e 20.5% de quota de mercado.

 

A TVI também programou uma estreia, desta feita o engavetado "First Dates", com Fátima Lopes e Rúben Rua. As semelhanças entre os dois formatos são evidentes, mas a estação de Queluz de Baixo acabou por assumir o segundo lugar no horário. A estreia registou 8.5% de quota de mercado e19.3% de quota de mercado.

 

Não muito longe ficou "O Preço Certo", da RTP1. O programa apresentado por Fernando Mendes conseguiu uma audiência média de 8.5% e 19.1% de share.

 

Alguns dados apresentados são provisórios, da responsabilidade da CAEM/GfK e podem sofrer alterações. Incluem Vosdal.

 

Leia também.:

"O Carro do Amor" VS. "First Dates" - Opinião

facebooknovo.jpg

 

Renovado "Você na TV" consegue mais espectadores que os restantes generalistas juntos

tvi-990x556.jpg

facebooknovo.jpg

 

O programa da manhã da TVI regressou, esta quarta-feira, renovado e marcou ainda a estreia de Maria Cerqueira Gomes. No que toca a audiências, liderou confortavelmente.

 

Manuel Luís Goucha e a sua nova parceira conseguiram captar a atenção de mais de meio milhão de espectadores, em média. Ao todo, o "Você na TV" registou 5.4% de audiência média e 32.7% de quota de mercado.

 

Para combater as novidades da TVI, a SIC escolheu um especial "Alô Portugal", apresentado por José Figueiras. O formato foi vice-líder no horário da manhã, mas ficou muito longe da concorrência. No que a audiências diz respeito, os valores foram de 1.8% de rating com 10.8% de quota de mercado.

 

Por sua vez, a RTP1 não conseguiu melhor do que o terceiro lugar na faixa. O “Praça da Alegria” registou 1.4% de audiência média e 8.5% de share.

 

A partir da próxima segunda-feira, o "Você na TV" terá a concorrência de Cristina Ferreira que estreia o seu programa a 7 de janeiro.

 

Alguns dados apresentados são provisórios, da responsabilidade da CAEM/GfK e podem sofrer alterações. Incluem Vosdal.

facebooknovo.jpg

 

TVI mantém liderança em 2018 e é o canal que mais espectadores perde

bck_tvi.jpg

facebooknovo.jpg

O ano de 2018 marcou uma queda de audiências para os canais em sinal aberto. RTP2, SIC e TVI perderam, em conjunto, 1,2% de share. A RTP1 manteve os valores de 2017.

 

O canal detido pela Media Capital garantiu mais um ano de liderança nas audiências. Foi a estação mais assistida em 2018 e mantém a liderança consecutiva ao longo de 14 anos.

 

A TVI garantiu um share, em sinal aberto, de 22,4%, menos 0,8% que em 2017. Este valor corresponde à queda mais acentuada face ao ano anterior.

 

Em segundo lugar ficou a SIC, com 18,6% de share. Os números do ano antecedente situaram-se nos 18,9%.

 

A RTP1 manteve o valor de 13,7% de share. Já a RTP2 perdeu 0,1% no espaço de um ano. Em 2018 registou 1,6% de share.

 

Invertendo a tendência dos canais emitidos em sinal aberto, a televisão paga teve um crescimento de 1,1%, alcançando os 43,7%.

 

A CMTV foi o canal que mais ganhou no ano que agora findou e é o mais visto no conjunto de canais de CABO. Seguem-se a Globo, Disney Channel, SIC Notícias, Hollywood, TVI 24, Fox, Cartoon Network Portugal, Panda, SportTV e AXN.

Fonte: Universal McCann/ IPG Mediabrands Insight sobre dados CAEM/Gfk

facebooknovo.jpg